☎ +351 218 879 549 ✉ geral@paroquiasaonicolau.pt 🕐 Dom: 10:00 - 23:30 🕐 Seg - Sáb: 8:00 - 23:00

Testemunho do Seminarista Miguel Castelo Branco: “O dever de responder ao chamamento de Deus com a minha vida tornou-se evidente”

Caros irmãos,

Chamo-me Miguel Castelo Branco, sou de Lisboa e nasci em 1995. Hoje sou Seminarista da Fraternidade Sacerdotal de São Pedro e gostaria de partilhar convosco o meu testemunho.

Cresci numa família católica, os meus pais educaram-me numa piedade sólida e sempre viveram aquilo que me ensinaram. Andei num colégio católico desde os 6 aos 12 anos e depois frequentei um liceu público entre os 12 e os 18 anos. Mais tarde entrei no Instituto Superior Técnico onde tirei uma licenciatura em Engenharia Mecânica.

Sempre fiz parte de movimentos católicos. Marcaram sobretudo a minha formação as Equipas de jovens de Nossa Senhora e os Campos de férias dos Carraças. Embora nunca tenha perdido a fé os anos do liceu não foram propriamente anos de piedade e formação, antes pelo contrário. Apesar disso, os sacramentos, a família, os movimentos católicos, os amigos edificantes e o exemplo de bons sacerdotes fizeram com que a minha fé sobrevivesse à minha adolescência. Posso dizer que fui resgatado de uma “adolescência eterna” pela oração, pela confissão frequente e pela Missa diária, ou seja, pela graça de Deus. O meu processo de “conversão” foi sempre acompanhado por uma formação intelectual séria e marcado por uma sede da Verdade.

Ao entrar na universidade comecei a viver a fé católica com seriedade e a minha vida mudou radicalmente. A partir do momento em que comecei a ter uma vida interior, isto é, uma vida de oração regular, comecei a discernir a minha vocação: Que quer Deus de mim? Esse discernimento tornou-se – durante os anos da universidade – uma prioridade, visto que não conseguia mais viver a adiar constantemente o confronto com a vontade de Deus. A paróquia de São Nicolau teve nesta altura da minha vida um papel muito importante por várias razões: uma liturgia cuidada, horários de confissão alargados, obras de caridade e uma excelente formação doutrinal. Até aqui o meu percurso foi o percurso normal de um jovem pateta com alguma boa vontade. Alguém que descobre a Verdade e se apercebe que a sua fé não é só uma tradição familiar ou uma superstição mas acima de tudo um dom de Deus e o caminho para a Felicidade Eterna.

Como todos os rapazes de “vinte e tal anos” tinha o desejo natural de ter uma família e um bom emprego, mas Deus tinha outros planos… O sacerdócio não é qualquer coisa de anti-natural, ele é sobrenatural. O sacerdócio não vai contra a natureza humana e o seu desejo natural de constituir família. O sacerdócio eleva a natureza do homem e fá-lo participar no Sacerdócio de Cristo, Mediador entre Deus e os homens. Portanto o chamamento de Deus não frustrou os meus desejos naturais mas tornou-os sobrenaturais. Através de um longo caminho de oração, sacramentos e direcção espiritual percebi que Deus me chamava ao sacerdócio. Este chamamento, no meu caso, não teve nada de extraordinário. Deus suscitou em mim uma atracção pelo sacerdócio sobretudo através da Santa Missa e o dever de responder ao chamamento de Deus com a minha vida tornou-se evidente.

Entrei em 2018 para o Seminário da Fraternidade Sacerdotal de São Pedro, uma sociedade de vida apostólica fundada com o apoio do Papa João Paulo II e do então Cardeal Ratzinger nos anos 80 cujo objectivo é formar sacerdotes santos e guardar as tradições litúrgicas e disciplinares da Igreja. A Fraternidade tem um carisma próprio que assenta em três pilares e três Santos patronos: a fidelidade ao Papa (São Pedro), o tomismo (São Tomás de Aquino) e a Missa tradicional (São Pio V). O meu desejo de seguir radicalmente Jesus levou-me até esta casa de formação que fica na Baviera. Estou agora no segundo ano do Seminário a estudar a Filosofia. Peço-vos que rezem por mim, para que eu seja fiel à vontade de Deus. Que Nossa Senhora, nossa Mãe e Rainha de Portugal, nos guarde e nos ajude a ser santos.

Miguel Castelo Branco

PARTILHE ESTA PUBLICAÇÃO

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Share on email
Close Menu