Select Page

CENTRO SOCIAL DE SÃO NICOLAU

VALÊNCIAS

 

Banco de Solidariedade Alimentar

O Banco de Solidariedade Alimentar desenvolve junto da comunidade gestos de partilha e dádiva, em favor das famílias mais carenciadas.

O Banco possui diferentes respostas, em função das necessidades dos beneficiários. Distribuímos um cabaz semanal de alimentos frescos e não-perecíveis a 25 famílias. Em regime mensal, prestamos auxílio a 150 famílias. Por ocasião do Natal e da Páscoa, o apoio alarga-se a 200 agregados familiares.

Banco Solidário de Roupa

O Centro Social Paroquial possui um Banco Solidário de Roupa, através do qual providencia vestuário a pessoas carenciadas. Os beneficiários são acompanhados pelo serviço social da Paróquia, que analisa a sua situação individual ou familiar, para determinar a melhor forma de ajudar.

Paralelamente, a Paróquia tem respostas de apoio aos sem-abrigo, através do serviço prestado pelo grupo Concha de Santiago e pelas Irmandades do Santíssimo.

Apoios a famílias, em situação de carência reconhecida

O serviço social da Paróquia acompanha diversas famílias com dificuldades económicas. Apoiamos famílias sem condições para pagar a luz, a água ou a renda, mas também prestamos auxílio na educação das crianças e no combate às dependências.

Convívio de São Nicolau

O Convívio de São Nicolau acolhe 32 idosos da Baixa, desenvolvendo actividades ocupacionais e promovendo uma dinâmica de integração social. Proporciona um acompanhamento personalizado e regular aos utentes, além de convívios, lanches regulares, acções formativas e momentos de lazer.

Acompanhamento dos mais sós

A solidão e o isolamento continuam a estar entre os principais problemas dos idosos residentes na Baixa. A Paróquia proporciona-lhes o necessário acompanhamento, através de contactos habituais e de visitas, contribuindo para o aumento da sua auto-estima e mobilidade.

Porta Aberta

A Paróquia abre as portas a pessoas com necessidades muito diversas, procurando responder a problemas de ordem pessoal e familiar. Através de meios psicológicos, jurídicos, sociais e espirituais, procuramos estender a mão a quem mais precisa. Quando não existem condições de resposta adequada, encaminhamos as pessoas para outras instituições mais habilitadas.